A carregar Eventos

« Todos Eventos

TEMOS E NÃO SABEMOS > Domingo 12 julho

Julho 12

PROGRAMA CONFERÊNCIAS

10h00 > Café e Jornais

11h00>13h00 Demografia. Problemas e Oportunidades. (que novos fluxos para território rural?)
O envelhecimento como paradigma. Como contrariar o desequilíbrio demográfico e o despovoamento do interior. A integração dos novos imigrantes. Novos fluxos demográficos para o interior como janela de desenvolvimento. Dinâmica autárquica instalada na fixação económica e na criação de oportunidades. Lisboa e Porto: a emergência do turismo de cidade como impulso transformador da nossa economia. Os desafios da gentrificação dos grandes centros urbanos. Um território em mudança acelerada e a sua complexidade. Novos modelos de desenvolvimento em cenário de pós-pandemia.

Convidados
MARIA JOÃO VALENTE ROSA / socióloga, demógrafa
LUÍSA SCHMIDT / socióloga, professora universitária
ÁLVARO DOMINGUES / geógrafo, professor universitário

 

16h00>18h00 O nosso Clima, entre o benigno e o extremo. As alterações climáticas em contexto pós-Covid.19
O Sol e a enorme vantagem competitiva de um território com uma das maiores exposições solares da Europa, com reflexos no turismo, na saúde, nas energias renováveis, etc. O solo, potenciado por esta mesma exposição solar, recurso fundamental, extremamente frágil e escasso, e que urge tratar com outro respeito e estratégia. O Vento e a possibilidade de captar um importante recurso resultante da nossa geografia oceânica. A água mas também a sua escassez, num país situado na fronteira da desertificação. Os fogos como sintoma. Que modelo de agricultura queremos? As alterações climáticas, o seu impacto no nosso país, as políticas de mitigação e a transição energética para energias renováveis. O posicionamento de Portugal num sistema terrestre sustentável.

Convidados
ALFREDO SENDIM / agricultor, Montado do Freixo do Meio
PAULO MAGALHÃES / jurista, fotógrafo, ambientalista
PEDRO MATOS SOARES / investigador, fotógrafo, especialista em modelos climáticos

ACTIVIDADES EXTRA

Actividades de entrada livre apenas para o público das Conferências. 
Necessária inscrição prévia. Lotação limitada. 

8h00 Passeio matinal com o biólogo António Mira
1 grupo. 12 pessoas. Duração: 1h aprox.
António Mira é doutorado em Biologia, professor universitário e investigador do Instituto do Mediterrâneo para o Ambiente e Desenvolvimento. É especialista em gestão e recuperação da biodiversidade e serviços de ecossistemas em ambientes humanizados.

8h00 Caminho da Floresta com Alfredo Sendim e Raquel Shakti
2 grupos. 12 pessoas / grupo. Duração: 1h30 aprox.
Passeio meditativo, contemplativo e de reconexão com a natureza. Cada Grupo é “orientado” por um guia que explica inicialmente o propósito da ação. Segue-se caminhada silenciosa até local de meditação e, 30 minutos depois, lentamente regressa-se ao ponto inicial.

BIOGRAFIAS ORADORES

MARIA JOÃO VALENTE ROSA
Socióloga, demógrafa
Maria João Valente Rosa, nasceu em Lisboa em 1961. É doutorada em Sociologia (especialidade Demografia) pela Faculdade de Ciências Sociais e Humanas/Universidade Nova de Lisboa, onde é professora no Departamento de Sociologia. É autora e coautora de vários artigos e livros sobre a sociedade portuguesa contemporânea, designadamente relacionados com o tema do envelhecimento demográfico. Em resultado do seu particular interesse pela ampla disseminação da informação, para além da participação activa em inúmeros congressos nacionais e internacionais e da coordenação científica de conferências ou de outras iniciativas na área da Demografia, exerceu vários cargos públicos, nos Ministérios da Educação e da Ciência, e de reconhecido interesse público, na Fundação Francisco Manuel dos Santos, através da direcção do projecto Pordata, entre 2009 a 2019 (Fevereiro). Integra o Conselho Superior de Estatística (CSE), é Vice-Presidente do Comité Consultivo Europeu de Estatística (ESAC) e é investigadora do Instituto Português de Relações Internacionais (IPRI) da Universidade Nova de Lisboa.

 

LUÍSA SCHMIDT
socióloga, professora universitária
Brevemente

ÁLVARO DOMINGUES
Geógrafo, professor universitário
Álvaro Domingues (1959) é geógrafo, doutorado em Geografia Humana e docente e investigador no Centro de Estudos de Arquitectura e Urbanismo e na Faculdade de Arquitectura da Universidade do Porto, CEAU-FAUP. Das suas publicações recentes, destacam-se Volta a Portugal (Contraponto, Lisboa, 2017), Território Casa Comum (com Nuno Travasso, FAUP, Porto, 2015), A Rua da Estrada (Dafne, Porto, 2010), Vida no Campo (Dafne, Porto, 2012) e Políticas Urbanas I e II (com Nuno Portas e João Cabral, Fundação Calouste Gulbenkian, Lisboa, 2003 e 2011), Cidade e Democracia (Argumentum, Lisboa, 2006).

 

 

ALFREDO SENDIM
Agricultor, Montado do Freixo do Meio
Nascido no Porto partilhou a sua infância entre Lisboa, a cidade, Montemor-o-Novo, o campo, e Ferragudo, o mar. Tinha 8 anos quando a revolução de 74 cortou quase tudo e o levou a fazer a quarta classe em Pamplona, a montanha, na Espanha de Franco. Assistiu a um segundo processo de transição democrática mergulhado numa cultura muito diferente da sua. Regressou com a família a Lisboa e a Ferragudo, a cidade e o mar, ficando o campo adiado 15 anos. Completou o liceu normalmente e ancorou a sua relação com o mar através da pratica de diversas formas de pesca artesanal. A tentativa de estudar veterinária levou-o cinco anos a Évora e ao Alentejo. Durante o período em que estudava zootecnia começou a ajudar a sua Mãe que assumia então, novamente a responsabilidade de ser proprietária de um conjunto de herdades na região. Em 1990 vai habitar o Monte da Herdade do Freixo do Meio, território onde, passo a passo, vem desenvolvendo um projecto estruturante no campo agrícola e social. Voltou, entretanto, três anos a Espanha onde estudou economia rural, ensinou na Universidade de Évora e integra, atualmente, o Conselho Superior da Universidade. Durante este período participou activamente no movimento associativo agrícola alentejano. A procura do uso da terra como “Bem Comum” está na origem de uma profunda reflexão sobre o exercício da propriedade e sobre os modelos de interacção com a comunidade e com a natureza, aplicada e experienciada na prática por este agricultor na Herdade do Freixo do Meio ao longo de 30 anos. Para alem da gestão da Terra foi administrador de empresas no sector agro-alimentar e cortíceiro. É pioneiro dos movimentos de Agroecologia, Agricultura Biológica, de Permacultura, de Agrofloresta e de Soberania Alimentar em Portugal. Premiado e reconhecido pelo sector ibérico ambientalista, Alfredo Cunhal Sendim divulgou e representou ao longo dos anos estas causas em fóruns tão distintos como o Ministério da Agricultura nacional, a UE, a FAO, ou a sociedade civil. Mais recentemente, é um dos rostos da ação “Pessoas pelo Clima”, representada por dez famílias europeias. É pai de dois filhos.

PAULO MAGALHÃES
Jurista, fotógrafo, ambientalista
Jurista e investigador do CIJE- Centro de Investigação Jurídico-Económica, da Universidade do Porto, onde se encontra atualmente a realizar um Pos-Doutoramento.  É Licenciado em Direito pela Universidade Católica do Porto, pós-graduado em Direito do Ambiente pela Universidade de Coimbra e doutorado em Ecologia-Humana pela Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa. Em 2007, publicou “O Condomínio da Terra: das Alterações Climáticas a uma Nova Conceção Jurídica do Planeta”. Em 2016 é Co-editor do SOS Treaty – The Safe Operating Space Treaty: A New Approach to Managing Our Use of the Earth System.  É o Diretor-Geral da Casa Comum da Humanidade, uma Associação Internacional sedeada na Universidade do Porto e que propõe uma nova construção jurídica global baseada nos novos conhecimentos sobre o funcionamento do Sistema Terrestre. Foi co-fundador da Quercus e co-fundador e membro do Conselho Geral da ZERO – Associação Sistema Terrestre Sustentável. É membro do Ethics Specialist Group of the IUCN World Commission on Environmental Law e co-fundador da ELGA – Environmental Law and Governance Association. É conselheiro do CNADS – Conselho Nacional de Ambiente e Desenvolvimento Sustentável.
http://www.commonhomeofhumanity.org/
https://www.thecommonheritage-conference.com/

PEDRO MATOS SOARES
Investigador, fotógrafo, especialista em modelos climáticos
Brevemente

Detalhes

Data:
Julho 12
Etiquetas de Evento: